Obstáculos para o uso diário de novos medicamentos – o longo caminho da pesquisa até a prática clínica.

São necessários em média 12 anos entre o início das pesquisas com um novo medicamento até o seu uso diário na prática clínica. Diversos obstáculos científicos ocorrem tanto durante o desenvolvimento em laboratório quanto nas pesquisas clínicas. Quando finalmente um novo medicamento é identificado como eficaz, ainda há um grande percurso a ser percorrido até que ele chegue aos pacientes.

Neste ponto, a analogia com a escalada de altas montanhas não poderia ser melhor, chegar ao topo é apenas a metade do caminho, é necessário percorrer toda a outra face da montanha para se terminar a jornada.

Após a identificação de um medicamento eficaz nas pesquisas existe uma série de avaliações a serem feitas pelas autoridades sanitárias, governos e fontes pagadoras antes que ele possa ser usado.

Mount_Everest_as_seen_from_Drukair2_PLW_edit

Monte Everest

can-8-482fig1

obstáculos a serem vencidos

Neste artigo publicado no ecancermedicalscience, eu e meus colegas avaliamos todos estes obstáculos para a incorporação de novas drogas. Também nos focamos em estudar novas estratégias de avaliação dos medicamentos pelos governos e autoridades sanitárias com o objetivo de agilizar estes processos, reduzindo o tempo para início do uso na prática médica diária.

http://ecancer.org/journal/8/full/482-hurdles-and-delays-in-access-to-anti-cancer-drugs-in-europe.php

Deixe uma resposta