Vacinas que podem acabar com o câncer – A vacina anti HPV e o câncer de colo uterino.

O HPV (human papillomavirus) é um vírus de transmissão sexual que pode causar diversas doenças, desde verrugas genitais, câncer de colo uterino e, em menor proporção, contribuir para o desenvolvimento de câncer de orofaringe e de pênis.

A infecção pelo vírus HPV é responsável por praticamente todos os casos de câncer do colo de útero e um percentual significativo de câncer do canal anal. Existem diversos subtipos do vírus e cada um está associado com um tipo específico de manifestação. Os mais relacionados ao câncer do colo uterino são os tipos HPV16 e HPV18, mas outros subtipos também são implicados, como o HPV6 e HPV11.

Hoje existem no mercado três tipos de vacinas contra HPV, todas com comprovada eficácia em prevenir a infecção pelo HPV. As vacinas são mais eficientes se aplicadas em pessoas que ainda não tiveram contato com o vírus, sendo portanto mais eficazes se administradas antes do início da atividade sexual. No Brasil, a recomendação do Ministério da Saúde é a administração em meninas e meninos na faixa de 9 a 13 anos.

A vacina pode ser aplicada em pessoas em idade superior a recomendada, mas em outras faixas etárias a eficácia da vacina é menor. Pessoas já infectadas pelo HPV não se beneficiam da vacinação para o mesmo subtipo de HPV, mas podem se imunizar contra os outros subtipos (por exemplo, se uma pessoa já foi infectada pelo tipo HPV18 a vacina só vai proteger contra os outros subtipos, como o HPV16, 11 e 6).

hpv-nas-escolas-1

Este é um dos maiores avanços no combate e controle do câncer, e é esperada uma redução dramática nos novos casos de câncer de colo uterino nos próximos 30 anos por conta da vacinação em massa. Quem sabe um dia nós consigamos erradicar essa doença do planeta?

Gostou da matéria? Visite aqui nossa página no Facebook. Não esqueça de curtir a página para saber de todas as atualizações do blog! Compartilhe essa informação com alguém que possa estar precisando dela!

Deixe uma resposta